Semanário Regionalista Independente
Sábado Maio 28th 2022

Sintra


Homenagem a atletas em Sintra

Vários atletas que obtiveram marcas desportivas relevantes na época desportiva 2008/2009 vao ser homenageados na I Gala do Desporto de Sintra, a realizar-se no dia 17 de Setembro no Centro Cultural Olga Cadaval.

O evento, promovido pela autarquia, irá atribuir medalhas a desportistas, especialmente da área do atletismo, portugueses e internacionais, mas também a treinadores, juízes de ténis e árbitros. Haverá também a entrega de um Prémio Carreira.

Desde Ginástica, a Judo, Pesca, Xadrez, Atletismo, Ténis, Futebol 11, Futsal, Natação, Basquetebol, Basquetebol em cadeira de rodas, Ciclismo, BTT, Ténis de Mesa, Patinagem Artística, Hóquei em Patins, Karaté, Muay Thai, Taekwondo, Kickboxing, Tiro com Arco, Rugby, Thay Boxing, Pólo Aquático, Triatlo, Vela, Surf, Orientação, BodyBoard e Esgrima, são, muitas as modalidades representadas, envolvendo 260 atletas individuais, treinadores ou representantes de equipas.

Frederico Gil, Marco Caneira, Luís Jesus, Nuno Pombo, Simão Morgado são alguns dos atletas que vão ser homenageados.

Além da entrega das medalhas, a Gala do Desporto contará com performances desportivas pelo Gimnoanima e com as actuações de Paula Teixeira e Maria Lua.

No município de Sintra existem 150 clubes e associações desportivas, os quais têm permitido o acesso regular à prática desportiva a cerca de 15.000 munícipes.

Fonte: C.M.S.

Reader Feedback

4 Responses to “Sintra”

  1. Alfaquiques diz:

    A gala foi uma palhaçada.
    Pior do que as gafes da apresentadora e as piadas que ninguém percebeu.
    Pior do que impedir os atletas de receber o que tinham direito e para o qual tinham sido convidados.
    Pior que ver certos atletas a serem reconhecidos ainda com a medalha que já tinham recebido, pouco antes, na mão.
    Pior que não reconhecerem as modalidades e trocarem tudo, para os menos esclarecidos elucido que kickboxing não é uma modalidade de natação.
    Pior do que ver empresas, pagas a peso de ouro, nesta gala, a tratar mal os atletas que dão o seu melhor ao longo dos anos, sem receberem nada.
    Pior do que tudo isto…
    Bem pior foi assistir à falta de dignidade com que trataram os atletas sintrenses.
    Precisavam que chamassem pelo SEU nome e dissessem os seus feitos.
    Compreendo que se faça campanha e se elogie os amigos, mesmo que o amigo seja o presidente de uma freguesia que não teve um único atleta homenageado, mesmo que esse presidente tenha ajudado a destruir um campo de futebol e agora não saiba como o reconstruir, ajudando a destruir um clube.
    Compreendo, mas não ali. Não numa gala de desporto para homenagear os atletas do meu concelho.
    Ali estavam atletas cujo suor, dedicação, esforço e algumas lágrimas lhes davam o direito a ser homenageados.
    Humilhação é que não.
    Para ver palhaços tinha ido ao circo…

  2. Pegadas na Lua diz:

    Realmente e mesmo de lamentar a situação, penso que deveria haver mais um pouco de organização, deveriam chamar um a um,apesar de ser um pouco longo, e explicar o feito obtido, como foi feito mais valia mandar para casa a medalha e o diploma, assim não haveria enganos.
    Esse exemplo do atletismo é um dos vários casos que se passou. Outro exemplo foi meterem numa apresentação de um filme um nome de uma modalidade que não correspondia ao atleta. Um pouquinho de mais atenção e sensibilização para com os verdadeiros atletas que levam o nome no concelho ao alto nível, ficaria bem.

  3. filomena diz:

    Realmente é de lamentar que estivessem presentes atletas que estavam nomeados para receber a referida homenagem (atletismo – titulo individual) e que fossem impedidos de participar, a razão não se sabe, o que se sabe é que estavam lá por mérito próprio pois pois prestaram ao longo da época um bom desempenho tanto anível nacional como em competições internacionais, onde houve uma atleta medalhada de bronze em competição internacional impedida de receber o que lhe estava destinado por mérito próprio e por paixão á sua modalidade. Ainda se esperou que os nomes dos mesmos fossem revelados e posteriormente lhes entregassem o referido troféu. Para quem fica o mesmo? Alguém pensou nas consequências que esta atitude teve para com os referidos atletas? Se houver algúedm que possa responder a estas perguntas agradeço.

  4. Pegadas na Lua diz:

    E com muita pena minha que vejo que os cabeças de cartazes sejam pessoas que não ganharam nada a nivel de desporto na época.
    E pessoas que tenham conseguido feitos históricos, campeões nacionais, campeões mundiais sejam postos para outro plano.
    Deveriam realmente homenagear aquem de direito e não pessoas com nome que não tenham ganho nada.
    Força a todos os atletas que competem por paixão a sua modalidade e não aqueles que recebem para o fazer.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.