Semanário Regionalista Independente
Terça-feira Junho 28th 2022

Sintra/Brasil

Miguel Barbosa galardoado
pela União Brasileira de Escritores

A medalha Jorge Amado foi entregue ao escultor no dia 30 de Outubro, em cerimónia solene, no Teatro R. Magalhães Júnior da Academia Brasileira de Letras.

A obra literária de Miguel Barbosa está traduzida em várias línguas, tendo sido agraciado em França, Itália e Espanha. Como dramaturgo recebeu um relevante prémio de teatro, aquando das comemorações da fundação da cidade de São Paulo. No domínio das artes plásticas está representado em várias colecções em Portugal e no estrangeiro, nomeadamente no Museu do Vaticano.

Porque sempre se sentiu atraído pela natureza e pelo porquê das coisas, o seu interesse pela forma e pela cor dos fósseis levou-o, como artista plástico, a investigar a razão da transformação de um animal numa pedra reduzindo-o à sua expressão mais simbólica.

Assim nasceu a paixão pela evolução da vida que o levou ao longo de 50 anos com a sua mulher Fernanda Barbosa – uma apaixonada investigadora de rara sensibilidade – a reunir milhares de fósseis de várias proveniências que, pelo seu valor cultural e científico, têm suscitado o interesse de vários países e até propostas para que ficassem nos seus acervos museológicos, mas o afecto por Sintra prevaleceu e foram os mecenas que permitiram a criação do Museu de História Natural de Sintra.

Nesta ocasião em que Miguel Barbosa está a ser homenageado no Brasil: como um reconhecimento de suas qualidade literárias e do seu trabalho profícuo que vem desenvolvendo junto à comunidade lusófona, especificamente entre os brasileiros (UBE-RJ), é meu dever recordar quanto Sintra lhe deve.

Adriana Jones

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.